segunda-feira, 7 de março de 2016

Resumo da primeira semana

Como tenho vindo a alterar a minha dieta há mais de um ano, centrar as minha refeições em legumes e proteína não está a ser difícil. Apeteceu-me um docinho, aquele arroz que fica bem com aquela carninha no forno e o queijo... tanto que eu sinto falta de comer fatias de queijo flamengo, queijo de cabra, queijo fresco.

Queijo é algo que, na minha família, sempre esteve na mesa. Não sei se é pela minha mãe ser alentejana (provavelmente é!), mas sempre me habituei a ver e cheirar o poder do queijo.

Este post acabou de mudar de tema...

O queijo fica bem com tudo: pão com queijo, queijo com fruta, queijo simples que, no fim das refeições, aconchega o estômago... e o coração. Há o queijo fresco para aqueles que apreciam a dieta, para os mais valentes aqueles queijos mal cheirosos, eu adoro queijo de cabra... há uma imensidão de queijos: flamengo, brie, roquefort, mozzarela, camembert, parmesão, mascarpone, gouda, feta... há um mundo de queijos. 
E os benefícios? 

É fonte de proteína, rico em cálcio, vitamina A, B12, B2, K2, sódio, fósforo, selêncio (mineral dietético), zinco... eu não sei o que isto significa, mas como é que é possível haver pessoas que não comem queijo?

Voltando... A semana não foi difícil, embora o fim-de-semana tenha sido um desafio. Por um lado, porque tenho tempo e, nesse tempo, deu-me mais vontade de comer ou, na verdade, de trincar, petiscar. Enfim, fazer o que se faz aos fins-de-semana. Por outro lado, pude cozinhar e apreciar a comida que ia fazendo. Teve esse especto positivo, o perceber os aromas, escolher os ingredientes e os temperos, misturar sabores, provar, experimentar...

Não sei se estou mais magra ou mais gorda, mas não me sinto tão enfartada. Penso que é este o termo! Não como até ficar a abarrotar ou quase sem me mexer. Regra geral, não o faço, mas há sempre aquele almoço de família ou aquele lanche com a amiga, onde comemos entradas, tiramos daqui e tiramos dali e quando chegamos ao fim estamos prontos para dormir uma valente sesta.

Vamos aguardar... Para a semana há mais.


  

Sem comentários:

Enviar um comentário